Uma proposta, duas experiências: a Fundação Rockefeller e a formação de enfermeiras no Brasil e na Argentina (primeira metade do século XX)

Resumen

Este texto tem como objetivo discutir a atuação da Divisão Internacional de Saúde (DIS) da Fundação Rockefeller (FR), instituição filantrópica norte-americana, na formação de enfermeiras no Brasil e na Argentina na primeira metade do século XX. O artigo, que traz uma discussão historiográfica e a análise de fontes produzidas, por exemplo, pela própria Fundação, está dividido em três partes. Na primeira seção, expomos algumas concepções da DIS em torno da enfermagem moderna. Nas duas últimas, abordamos a formação de enfermeiras nos dois países em questão, sublinhando semelhanças e diferenças.

Palabras clave:

Fundação Rockefeller, Enfermagem, Formação profissional, Brasil, Argentina

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Angerami, E. e Pelá, N. (1976). Glete de Alcântara: vida e obra. São Paulo: Empresa Gráfica da dos Tribunais S.A.

Barreira, I., Baptista, S., Sauthier, J., Santos, T., Peres, M., Oliveira, A. e Almeida Filho, A. (2015). A Primeira República: a implantação da enfermagem laica e seus desdobramentos (1889-1930). In M. Padilha, M. Borenstein e I. Santos (Org). Enfermagem: história de uma profissão (pp. 225-258). São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora.

Biernat, C., Ramacciotti, K. y Rayez, F. (2018). La capacitación en salud pública en la Argentina entre 1900-1960, História Unisinos, 22(4), 637-650.

Birn, A. (2006). Marriage of Convenience: Rockefeller International Health and revolutionary Mexico. Rochester: University of Rochester Press.

Bloch, M. (1998). Para uma história comparada das sociedades européias. In E. Bloch. História e Historiadores (pp. 119-150). Tradução de Telma Costa. Lisboa: Teorema.

Casa de Oswaldo Cruz (s/f). Escola de Enfermeiras do Departamento Nacional de Saúde Pública (pp. 1-11). Em Dicionário Histórico-Biográfico das Ciências da Saúde no Brasil, 1832-1930. Fiocruz. Recuperado de http://www.dichistoriasaude.coc.fiocruz.br/iah/pt/index.php

Castro Santos, L. e Faria, L. (2004). Cooperação internacional e a enfermagem de saúde pública no Rio de Janeiro e São Paulo. Horizontes, 22(2), 123-150.

Costa, R. et al. (2015). Florence Nightingale (1820-1910): as bases da enfermagem moderna no mundo. In M. Padilha, M. Borenstein e I. Santos (Org.). Enfermagem: história de uma profissão (pp. 187-224). São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora.

Cueto, M. (1994). Missionaries of science: the Rockefeller Foundation and Latin America. Bloomington: Indiana University Press.

Cueto, M. e Palmer, S. (2016). Medicina e Saúde Pública na América Latina: uma história. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz.

D’ Assunção Barros, J. (2007). Historia comparada. Um novo modo de ver e fazer historia. Revista de Historia Comparada, 1(1), 1-30. Recuperado de https://revistas.ufrj.br/index.php/RevistaHistoriaComparada/article/view/144/136

Faria, L. (2007). Saúde e Política: a Fundação Rockefeller e seus parceiros em São Paulo. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz.

Faria, L. e Costa, M. (2006). Cooperação Científica Internacional: Estilos de Atuação da Fundação Rockefeller e da Fundação Ford. Dados – Revista de Ciências Sociais, 49(1), 159-191.

Farley, J. (2004). To cast out disease: a history of the International Health Division of the Rockefeller Foundation (1913-1951). Nova York: Oxford University Press.

Fee, E. (1987). Disease and Discovery: a History of the Johns Hopkins School of Hygiene and Public Health, 1916-1939. Baltimore: The Johns Hopkins University Press.

Gutiérrez Urquijo, N. (2019). Las enfermeras visitadoras y la Fundación Rockefeller en Colombia a inícios de los años treinta. Rockefeller Research Report. Recuperado de http://rockarch.issuelab.org/resource/visiting-nurses-and-the-rockefeller-foundation-in-colombia-1929-1932.html

Korndorfer, A. (2013). An international problem of serious proportions: A cooperação entre a Fundação Rockefeller e o governo do estado do Rio Grande do Sul no combate à ancilostomíase e seus desdobramentos (1919-1929). Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Moreira, M. (1999). A Fundação Rockefeller e a construção da identidade profissional de enfermagem no Brasil na Primeira República. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, 5(3), 631-645.

Martin, A. (2017). Organismos técnicos sanitarios y profesionalización. El caso de la enfermería. 1947-1955. In: J. Cordeu (ed.). Actas de las XVI Jornadas Interescuelas. Mar del Plata: Universidad Nacional de Mar del Plata. Recuperado de https://interescuelasmardelplata.wordpress.com/actas/

Ramacciotti, K. (2017). La Fundación Rockefeller y la División Internacional de Salud en el Río de la Plata y la Región Andina: ideas, concreciones y obstáculos (1941-1949). Redes, 23(45), 97-121.

Ramacciotti, K. e Valobra, A. (2010). La profesionalización de la enfermería en Argentina. Disputas políticas e institucionales durante el peronismo. Asclepio, Revista de Historia de la Medicina y de la Ciencia, 62(2), 353-374.

Ramacciotti, K. e Valobra, A. (2017). El dilema Nightingale: controversias sobre la profesionalización de la enfermería en Argentina 1949-1967. Dynamis, 37(2), 367-387.

Romero, L. (1994). Breve Historia Contemporánea de la Argentina. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica.

Sauthier, J. e Barreira, I. (1999). As enfermeiras norte-americanas e o ensino de enfermagem na capital do Brasil: 1921-1931. Rio de Janeiro: Editora da Escola de Anna Nery / UFRJ.

Secaf, V. e Costa, H. (2010). Enfermeiras do Brasil: história das pioneiras. São Paulo: Biblioteca 24 horas.

Vessuri, H. (2001). Enfermaría de salud pública, modernización y cooperación internacional. El proyecto de la Escuela Nacional de Enfermeras de Venezuela, 1936-1950. Rio de Janeiro, História, Ciências, Saúde – Manguinhos, 8(3), 507-539. https://doi.org/10.1590/S0104-59702001000400002

Wilkinson, L. (2000). Burgeoning Visions of Global Public Health: The Rockefeller Foundation, The London School of Hygiene and Tropical Medicine, and the “Hookworm Connection”. Studies in History and Philosophy of Biological & Biomedical Sciences, 31(3), 397-407.
Publicado
2021-03-01
Cómo citar
Korndörfer, A., & Ramacciotti, K. (2021). Uma proposta, duas experiências: a Fundação Rockefeller e a formação de enfermeiras no Brasil e na Argentina (primeira metade do século XX). Descentrada, 5(1), e131. https://doi.org/10.24215/25457284e131
Sección
Dossier Mundos del trabajo y relaciones de género